Siga o JusTocantins

Publicada lei que institui Dia Municipal de Doador de Sangue

Deni Rocha, Prefeitura de Palmas (Foto: Aline Batista) - 12/05/2018

A Prefeita de Palmas Cinthia Ribeiro sancionou a Lei nº 2.384/18, decretada pela Câmara Municipal que institui o segundo sábado de agosto como Dia Municipal do Doador Voluntário de Sangue, para homenagear as pessoas que doam sangue, além de informar e conscientizar a população sobre a importância de ser doador de sangue.

Embora a Lei seja recente, a Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) já realiza a campanha Sangue Azul Marinho, que consiste na doação de sangue por parte dos integrantes da corporação.

Segundo a GMP o objetivo da campanha é contribuir com a regularização do estoque de sangue e também prestar homenagem a quem, durante o ano inteiro, contribui voluntariamente com o banco de sangue, ação que também faz parte da rotina de guardas metropolitanos.

A lei foi publicada no Diário nº 1996 de 10 de maio de 2018, data que entrou em vigor.

 

Dados

De acordo com o Ministério de Saúde (MS), apenas 1,8% da população brasileira doa sangue, porcentagem inferior à taxa recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de 3% da população.

O MS informa que no País, 3,5 milhões de pessoas realizam transfusões sanguíneas por ano. O sangue doado também é essencial para atendimentos de urgência, cirurgias de grande porte e tratamentos de doenças crônicas e cânceres.

Para ser doador de sangue, explica o MS, é preciso ter entre 16 e 69 anos e pesar pelo menos 50 quilos. No dia da doação, o doador deve estar descansado e não pode ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores. Além disso, é preciso apresentar a carteira de identidade.

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.

Receba as novidades do portal JusTocantins em sua caixa de entrada. Basta informar um e-mail válido no campo abaixo e cadastre-se:

Copyright © 2018 JusTocantins. Todos os direitos reservados.