Siga o JusTocantins

MPE inicia gerenciamento de despesas administrativas em todas as unidades da instituição no Estado

Denise Soares, Ministério Público Estadual - 07/08/2018

O desenvolvimento de boas práticas que otimizem a gestão pública, aliadas à economia de recursos que possibilite a redução de gastos, tem sido o desafio dos departamentos ligados à área meio do Ministério Público do Tocantins. Neste novo momento, onde a ordem é fazer “Mais com Menos”, o Departamento Administrativo desenvolveu um sistema de gerenciamento de despesas.

O controle está sendo realizado por meio de planilhas eletrônicas que contemplam as 42 Comarcas e 19 itens que demandam despesas, a exemplo das contas de energia, água, aluguel, diárias para serviços de manutenção, internet, telefone fixo e outros, A partir destas informações, foram gerados gráficos que possibilitaram a análise de custos administrativos ao longo do ano, comparações de despesas das Promotorias de Justiça e comparativo entre despesas distintas.

De acordo com o chefe do Departamento Administrativo, Leandro Ferreira, com este instrumento será possível acompanhar a evolução das despesas, e principalmente, o alcance da meta de redução de custos, orientar diretrizes para o atendimento de demandas das Promotorias e averiguar a existência de eventuais problemas estruturais como vazamento e/ou consumo excessivo de algum item. “Apesar de ser um mecanismo simples, a ideia é que futuramente o Departamento Administrativo tenha um módulo de gerenciamento de despesas no Athenas que permita a realização dos controles online com acesso amplo”, vislumbra Leandro.

O Procurador-Geral de Justiça, José Omar de Almeida Júnior, ressaltou a importância do projeto e destacou que atitudes proativas por parte dos integrantes da instituição fazem grande diferença para alcançar a excelência no serviço público. “Sou entusiasta da mudança de pensamento no serviço público com o desenvolvimento de práticas consideradas de excelência. Com este projeto, além de termos a real noção dos nossos gastos, poderemos estipular metas de redução de custo, planejando e fazendo mais com menos”. (Denise Soares)

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.

Receba as novidades do portal JusTocantins em sua caixa de entrada. Basta informar um e-mail válido no campo abaixo e cadastre-se:

Copyright © 2018 JusTocantins. Todos os direitos reservados.