Siga o JusTocantins

Forças de segurança resgatam estudantes presos em encosta de serra em Porto Nacional

Lara Tavares e Rogério Oliveira/Governo do Tocantins - 04/07/2018

Três estudantes da Universidade de Brasília (UnB) foram resgatados na tarde desta quarta-feira, 4, pela equipe do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), numa encosta de serra no município de Porto Nacional. A Polícia Militar foi acionada pela Agência de Segurança Nacional, dos Estados Unidos, que gerencia localizadores de GPS e que recebeu o pedido de socorro dos estudantes de Geologia.

Por volta das 12 horas, o Batalhão de Polícia Militar Ambiental, em Palmas, foi acionado pela Agência e com as coordenadas geográficas, o comandante do Batalhão Ambiental e uma equipe multimissão do Ciopaer se dirigiram ao local, a bordo do helicóptero da SSP.

Na encosta de uma serra, a cerca de 70 km de Porto Nacional, os estudantes que realizavam uma pesquisa acadêmica, dois homens de 23 e 24 anos e uma mulher de 26. Eles foram resgatados por meio da técnica de corda, pois não havia um ponto apropriado para o pouso, uma vez que se tratava de um local de difícil acesso. Dois integrantes do Ciopaer desceram com a utilização de cordas e abriram uma clareira na mata fechada para chegar até o paredão de pedra, onde os três estudantes estavam. Segundo eles, desde o fim da manhã se encontravam presos devido a um despenhadeiro que impediu a descida.

Os tripulantes, com a utilização de cordas e técnicas de salvamento, fizeram o resgate dos três jovens e providenciaram os primeiros socorros aos mesmos, que além de levemente feridos, estavam muito assustados com a situação.

Após o resgate, a aeronave pousou no estádio General Sampaio, em Porto Nacional, onde o Corpo de Bombeiros já se encontrava para realizar as devidas avaliações e o encaminhamento ao Hospital Regional de Porto Nacional.

A intervenção rápida e eficiente contribuiu de forma decisiva para que os três estudantes pudessem ser resgatados, uma vez que, nas condições em que se encontravam, eles poderiam não sobreviver, pois já não tinham mais água potável para beber e também estavam em exposição contínua ao sol há várias horas, já apresentando sinais de desidratação. A ação também demonstrou a total integração e harmonia entre as forças de segurança compostas pelo Ciopaer, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, que tem como objetivo preservar a vida de todo cidadão.

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.

Receba as novidades do portal JusTocantins em sua caixa de entrada. Basta informar um e-mail válido no campo abaixo e cadastre-se:

Copyright © 2018 JusTocantins. Todos os direitos reservados.