Siga o JusTocantins

Lavrador que matou a esposa em Araguaçu é condenado a 18 anos de prisão

Redação Justocantins - Com informações do TJTO - 05/12/2018

O Tribunal do Júri da Comarca de Araguaçu condenou, nesta terça-feira (04/12), o lavrador Ronair Barreto Lima pelo crime de feminicídio, praticado contra a própria esposa. Na sentença, o juiz Nelson Rodrigues da Silva fixa a pena do réu em 18 anos de reclusão.

Conforme consta nos autos, em julho deste ano, após discutir com a companheira, o réu agrediu Rosilene Pinheiro de Souza com uma faca; as lesões causaram a morte da vítima. Para o Conselho de Sentença, Ronair cometeu o crime de homicídio, conforme o previsto no artigo 121 do Código Penal, parágrafo 2º, incisos IV (recurso que dificultou a defesa da ofendida) e VI (contra mulher por razões da condição do sexo feminino), assim como o previsto no parágrafo 2º- A, inciso I (violência doméstica e familiar) e a Lei 8.072/90 (crime hediondo).

Ao proferir a sentença, o magistrado que presidiu o Júri levou em consideração os antecedentes criminais do acusado e a conduta social “reprovável” do réu. Ronair Barreto Lima foi condenado a 18 anos e nove meses de reclusão, em regime fechado.

Confira a sentença.

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.

Receba as novidades do portal JusTocantins em sua caixa de entrada. Basta informar um e-mail válido no campo abaixo e cadastre-se:

Copyright © 2018 JusTocantins. Todos os direitos reservados.