Captação de recursos é tema de encontro entre representantes do CODER-TO Sul Centro-Oeste

Representantes de várias cidades participaram do Seminário de Inovação Tecnológica e Captação de Recursos, que faz parte do Projeto de Desenvolvimento Sustentável, realizado pelo Consórcio Público para o Desenvolvimento Regional do Tocantins Regiões Sul e Centro-Oeste (CODER-TO Sul Centro-Oeste).

 

A capacitação foi realizada em Gurupi nesta quarta-feira, 26, e tratou sobre vários temas relacionados à captação de recursos e elaboração de projetos que podem ser desenvolvidos pelos municípios consorciados.

 

O secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente de Gurupi, Pedro Dias, afirmou que o seminário inicia as atividades do Consórcio intermunicipal, que está em fase final de implantação. “Embora a Lei do Consórcio ainda falta ser votada na Câmara, nós queremos ganhar tempo, queremos preparar a nossa equipe e as equipes dos municípios consorciados para que todos saibam como trilhar os caminhos para usar os benefícios que o Consórcio pode trazer”, afirmou.

 

Presente no Seminário, a prefeita de Gurupi, Josi Nunes, agradeceu a participação das outras cidades e reforçou sobre a importância dos Consórcios intermunicipais. “O Consórcio é um dos instrumentos para que a gente possa otimizar, melhorar e agilizar o trabalho em uma região. Muitas vezes nós não conseguimos fazer individualmente, cada município, unindo nós podemos fazer com que vários projetos nossos sejam conquistados em várias áreas. E neste encontro o nosso objetivo é dar encaminhamento neste processo dos consórcios e, assim, trazer uma solução para problemas da nossa região em conjunto”, destacou Josi Nunes.

 

O encontro seguiu todas as recomendações de prevenção à Covid-19 e abordou ainda sobre saneamento básico, resíduos sólidos, desenvolvimento científico, inovação tecnológica e captação de recursos.

 

A parceria público-privada foi o principal tema abordado pelo Presidente do Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades – IPGC, Leonardo Luiz dos Santos. “Trouxemos a discussão sobre a parceria público-privada, que é um instrumento de gestão pública para atrair investimentos e melhorar a infraestrutura das cidades, seja na área de iluminação pública, geração de energia, saneamento básico. Só que é um instrumento complexo que demanda apoio dos municípios para fazer os estudos de viabilidade e os processos licitatórios, que é o que estamos tratando aqui”, destacou.

 

Raabe Aanaty Kuj Karhô-kanela, que faz parte da equipe do Selo de Inspeção Municipal (SIM) de Formoso do Araguaia, disse que o Seminário foi esclarecedor e bem proveitoso. “Como o Consórcio é uma coisa que esses municípios ainda não tinham acesso, cada capacitação é muito importante, porque é quando tiramos as dúvidas e esclarecemos sobre esse processo. Cada capacitação é de suma importância, já que estamos entrando agora no Consórcio”, disse.

 

Além de Gurupi e Formoso do Araguaia, também participaram do Seminário de Inovação Tecnológica e Captação de Recursos representantes das cidades de Lagoa da Confusão, São Salvador, Araguaçu, Nova Rosalândia, Crixás do Tocantins e Santa Rita.

Ascom - 27/01/2022

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.