MPTO atua visando impedir que revendedores de veículos continuem obstruindo calçadas e passeios públicos no centro da capital

A ocupação de veículos usados de propriedade de revendedoras voltou a ser motivo de constrangimento para quem precisa transitar pelas calçadas da quadra 104 sul, no centro da capital. O assunto foi tema de uma reunião promovida pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO) nesta terça-feira, 24. A instituição cobrou de autoridades estaduais providências para solucionar o problema, que dificulta a mobilidade urbana dos pedestres.


Na audiência, a promotora de Justiça Kátia Gallieta, titular da 23ª Promotoria de Justiça da Capital, questionou o secretário de estado da Indústria e Comércio, Carlos Humberto Duarte de Lima e Silva, sobre a situação, tendo o secretário informado que a competência, neste caso, é exclusiva do Município de Palmas.


Segundo ele, está em andamento a execução de um projeto que visa ampliar e estruturar os distritos industriais, em especial a quadra 512 norte, que poderá ser utilizada pelas lojas de carros usados, de modo a impulsionar a indústria, comércio e serviços.

MPE Tocantins - 27/05/2022

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.